“Evangelizar hoje e sempre, sem fronteiras e de todas as formas”
é o nosso maior desejo, pois buscamos cumprir a ordem dada por Jesus:
"Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16, 15).


Imagem Responsiva

VI SEMANA DA PÁSCOA (Branco – Ofício do dia)

Antífona de Entrada

Vós nos resgatastes, Senhor, pelo vosso sangue, de todas as raças, línguas, povos e nações e fizestes de nós um reino e sacerdotes para o nosso Deus, aleluia! (Ap 5,9s)

Oração do dia

Ó Deus, fazei que a pregação do Evangelho por toda a terra realize o que prometestes ao glorificar o vosso Verbo, para que possamos alcançar, vivendo plenamente como filhos e filhas, o que foi anunciado pela vossa palavra. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Atos 18,9-18)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

18 9 Numa noite, o Senhor disse a Paulo em visão: “Não temas! Fala e não te cales.
10 Porque eu estou contigo. Ninguém se aproximará de ti para te fazer mal, pois tenho um numeroso povo nesta cidade”.
11 Paulo deteve-se ali um ano e seis meses, ensinando a eles a palavra de Deus.
12 Sendo Galião procônsul da Acaia, levantaram-se os judeus de comum acordo contra Paulo e levaram-no ao tribunal e disseram:
13 Este homem persuade os ouvintes a (adotar) um culto contrário à lei.
14 Paulo ia falar, mas Galião disse aos judeus: “Se fosse, na realidade, uma injustiça ou verdadeiro crime, seria razoável que vos atendesse.
15 Mas se são questões de doutrina, de nomes e da vossa lei, isso é lá convosco. Não quero ser juiz dessas coisas”.
16 E mandou-o sair do tribunal.
17 Então todos pegaram em Sóstenes, chefe da sinagoga, e o espancaram diante do tribunal, sem que Galião fizesse caso algum disso.
18 Paulo permaneceu ali (em Corinto) ainda algum tempo. Depois se despediu dos irmãos e navegou para a Síria e com ele Priscila e Áquila. Antes, porém, cortara o cabelo em Cêncris, porque terminara um voto.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 46/47

O Senhor é o grande rei de toda a terra.

Povos todos do universo, batei palmas,
gritai a Deus aclamações de alegria!
Porque sublime é o Senhor, o Deus altíssimo,
o soberano que domina toda a terra.

Os povos sujeitou ao nosso jugo
e colocou muitas nações aos nossos pés.
Foi ele que escolheu a nossa herança,
a glória de Jacó, seu bem-amado.

Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa,
salmodiai, ao som da harpa, ao nosso rei!

Evangelho (João 16,20-23)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Era preciso que Cristo sofresse e ressuscitasse dos mortos para entrar em sua glória (Lc 24,46.26).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

16 20 Disse Jesus: “Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria.
21 Quando a mulher está para dar à luz, sofre porque veio a sua hora. Mas, depois que deu à luz a criança, já não se lembra da aflição, por causa da alegria que sente de haver nascido um homem no mundo.
22 Assim também vós: sem dúvida, agora estais tristes, mas hei de vos ver outra vez, e o vosso coração se alegrará e ninguém vos tirará a vossa alegria.
23 Naquele dia não me perguntareis mais coisa alguma. Em verdade, em verdade vos digo: o que pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo dará”.
Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho

«Toda a criação tem gemido e sofrido as dores de parto, até ao presente» (Rom 8,22)

O apóstolo Paulo testemunha a respeito do Filho único que Ele não Se limitou a criar os seres, mas que, tendo a antiga criação envelhecido e tendo-se tornado caduca, operou uma nova criação. E assim, o próprio Cristo é o primogênito de toda a criação (Col 1,15) pelo evangelho anunciado aos homens.

Como se tornou Cristo «primogênito de uma multidão de irmãos» (Rom 8,29) Por nós, Ele Se fez como nós, tendo participado na carne e no sangue para nos transformar de corruptíveis em incorruptíveis, pelo nascimento do alto, da água e do Espírito (Jo 3,5). Mostrou-nos o caminho de um tal nascimento quando, pelo seu próprio batismo, atraiu o Espírito Santo sobre a água. Tornou-Se assim o primogênito de todos os que são regenerados espiritualmente, e todos os que tomam parte nesta regeneração pela água e pelo Espírito são chamados irmãos.

Tendo depositado na nossa natureza humana a força da ressurreição de entre os mortos, Cristo tornou-Se também primícias dos que adormeceram e primogênito dos mortos (Col 1,18). Primeiro entre todos, abriu-nos o caminho da libertação da morte. Pela sua Ressurreição, destruiu os laços da morte que nos mantinham cativos. Assim, por esta dupla regeneração, do santo batismo e da ressurreição dos mortos, Ele tornou-Se o primogênito da nova criação.

Este primogênito tem irmãos, Ele que disse a Maria Madalena: «Vai ter com os meus irmãos e diz-lhes que vou subir para meu e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus» (Jo 20,17). É por isso que, como mediador entre Deus e os homens (1Tim 2,5), abrindo o cortejo de toda a natureza humana, ele envia aos seus irmãos esta mensagem: «Pelas primícias que assumi em Mim, Eu reconduzo ao nosso Deus e Pai tudo o que é humano.» São Gregório de Nissa (c. 335-395), monge, bispo

Reflexão: A imagem da mulher que dá à luz, que é muito frequente no Antigo Testamento para exprimir a dor intensa, costuma empregar-se também, sobretudo nos Profetas, para significar o parto do novo povo messiânico. No Evangelho de hoje, as palavras de Jesus parecem ter uma relação com tais profecias, das quais constituiriam o seu cumprimento. O nascimento do povo messiânico, a Igreja de Cristo, comporta dores intensas não só para Jesus, mas também, para os Apóstolos. Mas essas dores, como de parto, ver-se-ão compensadas pelo gozo da consumação do Reino de Cristo: «Porque estou convencido, diz São Paulo, de que os padecimentos do tempo presente não são comparáveis com a glória que se há de manifestar em nós»…

A Jesus, toda a honra, louvor, adoração e domínio pelos séculos dos séculos. Amém!

Maria Santíssima, Mãe de Jesus e da Igreja, rogai por nós!

Shalom

Pedro Paulo Pelosi

Notícias recomendadas


LITURGIA DO DIA 05 DE MAIO: VÓS HAVEIS

17/08/2017 Ler mais

LITURGIA DO DIA 07 DE MAIO: O QUE PEDIRD

17/08/2017 Ler mais

LITURGIA DO DIA 08 DE MAIO: ENQUANTO OS

17/08/2017 Ler mais