“Evangelizar hoje e sempre, sem fronteiras e de todas as formas”
é o nosso maior desejo, pois buscamos cumprir a ordem dada por Jesus:
"Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16, 15).


Imagem Responsiva

O Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, explorará a possibilidade de uma visita do Papa Francisco à Rússia durante a reunião que terá com o presidente Vladimir Putin, na viagem que realizará a Moscou do dia 20 a 24 de agosto.

Segundo explicou o Secretário de Estado em uma entrevista que será publicada em breve pela revista italiana ‘Famiglia Cristiana’, o objetivo principal do encontro com Putin será “promover a paz no contexto de fortes tensões internacionais” que está vivendo atualmente.

A viagem do Cardeal Parolin também terá uma dimensão ecumênica, terá um encontro com o Patriarca Kirill, autoridade da Igreja Ortodoxa Russa, em 22 de agosto.


Do mesmo modo, em relação à possibilidade de que o Papa Francisco visite a Rússia, em outra entrevista publicada no último dia 8 de agosto no jornal italiano ‘Corriere della Sera’, o Cardeal Parolin afirmou que “o propósito da minha visita vai além da preparação de uma possível visita do Papa Francisco à Rússia. Entretanto, espero que, com a ajuda de Deus, eu possa oferecer alguma contribuição em relação a este tema”.Nesse sentido, é necessário destacar o papel desempenhado pela Rússia nos conflitos atuais, como a guerra na Síria ou na Ucrânia, assim como a sua hegemonia política na região do Cáucaso e a sua influência nas potências como o Irã, a China ou a Coreia do Norte, ou a crescente tensão entre a Rússia e os Estados Unidos.

Caso a viagem do Pontífice à Rússia seja programada, esta seria um acontecimento histórico, pois seria a primeira vez que o Bispo de Roma visitaria o país, o que até então não acontece principalmente devido a motivos políticos. Também seria um acontecimento de grande transcendência ecumênica quase mil anos depois da separação dos cristãos do Oriente e do Ocidente.

Finalmente, em suas declarações ao jornal italiano, o Cardeal também destacou que a sua presença na Rússia permitirá que “expresse a proximidade espiritual do Papa com a comunidade católica local”.

Notícias recomendadas


Usam conta falsa de Cardeal para anuncia

17/08/2017 Ler mais

Papa expressa sua dor por vítimas de in

17/08/2017 Ler mais

CRISTÃOS SÃO O GRUPO RELIGIOSO QUE APR

17/08/2017 Ler mais